A MULHER DA BOCA RASGADA (KUSHISAKE ONNA)

A MULHER DA BOCA RASGADA (KUSHISAKE ONNA)

uchisake-Onna era uma mulher muito bela ela tinha uma beleza diferenciada e com isso chamada a atenção de todos que a viam. Por sua beleza ela era cobiçada por vários homens da vila em que morava, que apesar de serem submissos ao seu líder eles não resistiam aos encantos de Kuchisake-Onna.

Um dia seu marido juntos todos os guerreiros da vila e deu-lhe uma noticia, que todos partiriam para a guerra e que mesmo vencendo iriam ficar muito tempo longe de casa. Vários meses se passaram desde a partida de seu marido e Kuchisake-Onna foi ficando muito triste e depressiva, pois nem tinha a certeza que o marido estava vivo ou não. Até que ela conheceu um jovem samurai que por ser muito jovem não se juntou aos outros guerreiros.

Kuchisake-Onna o seduziu e passaram a ter um caso escondido. Passado alguns anos seu marido regressou, mas sua esposa já não o amava mais, pois estava apaixonada pelo jovem samurai. Então seu marido começou a desconfiar de sua fidelidade e certo dia ele encontrou sua esposa conversando com seu amante. Com muito ciúmes ele matou o jovem samurai e cortou a boca da sua esposa de orelha a orelha, gritando: “Quem vai te achar bonita agora?!” Por ser infiel ao marido que também era o líder, ela foi expulsa da vila e condenada a viver dentro da floresta.

Uma velha senhora que por pena levava comida todos os dias para Kuchisake-onna até que um dia a encontrou morta, ela tinha se enforcado em seu casebre. Dias depois do enterro de Kuchisake-onna o seu ex marido foi encontrado morto com a boca cortada de orelha a orelha, assim como fez com sua esposa infiel. Desde então o espirito vingativo de Kuchisake-onna vaga pelas ruas do Japão aterrorizando as pessoas e principalmente adolescentes.

Conta-se que seu fantasma aparece em trajes vermelhos como sangue e usa uma mascara cirúrgica para andar despercebida pelas ruas. Dizem que ela abortada as pessoas e pergunta: “ Eu sou bonita?”, a pessoa diz que sim, então ela retira a mascara e pergunta: “Mesmo assim?”.

Se a pessoa disser que não, ela rasga-lhe a boca e a mata, e se a pessoa disser, por educação que sim, então ela diz: “Então você irá se parecer comigo” e corta de canto a canto a boca da pessoa, e assim a deixa viver.

Lendas de SC - Lendas gaúchas - Lendas brasileiras - Holismo - Smartphones - Antropologia - Frutas - Crianças - Lendas do Brasil - Imagens para Face - Concursos - Cenaless - Aquarismo - Bebês - Ivoti - Jogos online - Abelhas - Vagas de emprego - Tirar manchas - Embarcações - Como fazer maquiagem